PAPAMÓVEL: 13 CURIOSIDADES SOBRE O PAPAMÓVEL

Para quem não sabe, o Papamóvel é o veículo que transporta os papas da Igreja Católica. São carros que garantem o conforto e, principalmente, a segurança dos pontífices, durante trajetos feito pelo próprio Vaticano ou em outras regiões do mundo.

E esse tipo de transporte conta com informações bastante curiosas. A seguir, você conhece 13 curiosidades interessantes sobre o Papamóvel.

13 curiosidades do Papamóvel

  1. Os carros que transportam os papas possuem sempre vidros blindados e carrocerias fechadas. Isso foi determinado depois que o papa João Paulo II sofreu um atentado à bala, no ano de 1981 – na Praça do Vaticano.
  2. Como item de segurança, a maioria dos Papamóveis possui placas de segurança frontal, traseira e lateral. Tais acessórios evitam possível acidentes, protegendo os pontífices.
  3. Os carros que carregam os pontífices costumam ainda ter proteção contra disparos de fuzis e até mesmo explosões de granadas. Um exemplo é o modelo ML 430, da Mercedes-Benz, usado pelo Papa Bento XVI, durante a sua visita ao Brasil, em 2007.
  4. Apesar de toda a segurança, os carros usados pelos papas possuem teto solar. Isso para que eles possam se apresentar para a população, durante as visitas que fazem em diversos países do mundo. Um exemplo foi o Landau que transportou o Papa João Paulo II, em sua visita ao Brasil, no ano de 1980.
  5. Os Papamóveis são custeados com fundos monetários da própria Igreja Católica. Porém, em alguns países, são oferecidos carros aos Papas, pagos pelo governo desses locais que as autoridades católicas visitam.
  6. Os modelos de automóveis usados como Papamóvel, em geral, custam de R$ 100 a R$ 400 mil.
  7. Na década de 1980, os Papamóveis se tratavam, na verdade, de caminhões. Porém, esse tipo de veículo possuía poucos itens de segurança. O papa João Paulo II, por exemplo, chegou a ser transportado, em visita pela Europa, por um desses caminhões, da marca Leyland. O veículo foi leiloado, posteriormente, pelo valor de cerca de R$ 140 mil.
  8. Apesar dos itens de segurança dos Papamóveis, sempre os que pontífices visitam países, escoltas terrestres e aéreas acompanham os veículos.
  9. Durante a Jornada Mundial da Juventude, que aconteceu no Brasil em 2013, o carro que transportou o Papa Francisco veio diretamente do Vaticano. O automóvel foi transportado por um avião da Força Aérea Brasileira (FAB).
  10. O Papamóvel que fazia o transporte do Papa Bento XVI tinha um valor aproximado de R$ 590 mil reais. O veículo possui sistema de som, atingia velocidade de até 250 km/h e pesava mais cerca de 5 toneladas.
  11. No ano de 1982, o Papa João Paulo II visitou a Escócia e foi cedido um carro equipado pela montadora British Leyland para a sua estada no país. A empresa decidiu, depois, leiloar o automóvel, que foi arrematado por mais de R$ 150 mil.
  12. O papa João Paulo II afirmava não concordar com o nome Papamóvel, dado aos carros para transporte das autoridades. O pontífice considerava o termo adotado desrespeitoso com a Igreja Católica e com os papas. Mas dado a esses veículos permanece sendo usado até hoje.
  13. A maioria dos carros usados como Papamóvel são da marca Mercedes-Benz.

Como vimos, o Papamóvel utiliza de vários itens de segurança nos dias de hoje. E você já está protegendo o seu carro com um seguro auto? Realize uma cotação e encontre a melhor solução para você e sua família.

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *